Dia Mundial do Meio Ambiente: Investir é como plantar uma árvore

Hoje, dia 05 de junho, é comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente e nada mais pertinente do que fazermos uma analogia sob a perspectiva de Investimentos. ⁠⁣

Você já pensou como Plantar uma Árvore e Investir são duas atividades muito parecidas?⁠⁣ Vou te mostrar como são semelhantes.

PLANTAR
Escolha: tudo começa quando precisamos encontrar as melhores sementes ou mudas, assim como escolher o ativo que fará parte da sua carteira de investimentos. Identificar as melhores oportunidades e que se adequam melhor ao seu PERFIL DE INVESTIDOR é um passo bem importante.⁠⁣

Preparo: assim como plantar uma árvore necessita de preparar bem o solo, investir necessita de um bom preparo também. Esse preparo é a Organização Financeira. É preciso se livrar de dívidas, gastar melhor e ter uma RESERVA FINANCEIRA estabelecida.⁠⁣

Tempo: leva tempo para que uma árvore possa crescer e dar os primeiros frutos, assim como os retornos do Investimento. Leva tempo até conseguirmos a sombra da tranquilidade disponível. Por isso o investimento deve ser feito pensando que será necessário paciência para ver os resultados, assim como esperamos a árvore dar frutos.⁠⁣

CUIDAR e PROTEGER
Adubar e regar: assim como uma árvore precisa de um bom terreno, adubo e água para crescer e florescer, os investimentos precisam de aplicações constantes e periódicas para desenvolver-se ainda mais. Essa recorrência e constância, fará com que os seus objetivos financeiros sejam atingidos de forma mais CONSISTENTE.⁠⁣

Excessos: tempestades, raios, ventos, chuvas ou sol em excesso ou escassez, podem agredir sua árvore e nos investimentos chamamos de RISCOS. Eles podem fazer com que ocorram pequenas perdas ou atrasos no alcance dos objetivos, mas se for feito um bom estudo, pode-se recuperar bem e diminuir o impacto. Lembre-se: todo investimento carrega consigo um pouco de RISCO e é importante utilizar estratégias para proteção do seu patrimônio.⁠⁣

FRUTOS
Frutos: sua árvore mesmo não tão desenvolvida já dá alguns frutos e nos investimentos começamos a receber pequenos rendimentos das aplicações. São os DIVIDENDOS, parte do lucro do ativo investido que volta para o bolso do investidor e possibilita um ganho maior. Além de dividendos, o investidor ainda pode receber:
-Bonificações em forma de ativos;
-Subscrição de novos ativos por um preço abaixo da cotação atual;
-E Juros sobre Capital Próprio.⁠⁣

Sementes: com os frutos colhidos e transformados em sementes você planta novas árvores e nos investimentos isso é a DIVERSIFICAÇÃO e REINVESTIMENTO dos rendimentos obtidos. Isso vai gerar ainda mais rendimentos (dividendos e JSCP), que podem ser reinvestidos em outras aplicações e cria um ciclo de ganhos cada vez maiores e recorrentes. Sua pequena árvore plantada há muito tempo, te possibilitou ter um belo arvoredo, senão uma floresta.⁠⁣

E você, já plantou sua árvore do Investimento?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *